E A MELHOR MÚSICA DE 2015 VAI SER TAMBÉM A MELHOR DE 2016

Finalmente!

“2 Bad (Metatron’s What If Madness Is Our Only Relief Mix)”, do Traumprinz, foi lançada oficialmente. Está saindo pela Giegling e o burburinho na imprensa especializada já começou. 

Encerrando o set cheio de inéditas mixado pelo Traumprinz e publicado no site do selo ano passado, ‘2Bad’ foi a música mais fodona de 2015.

É tão espetacular – poucas vezes a trinca beats + melodia (melancolia) + vocal sampleado funcionou tão perfeitamente bem – e evoca tanta coisa que, agora com o lançamento oficial, ela vai estar entre as melhores do ano de novo. Na minha lista sem sombra de dúvida. =D

O vinil já está esgotado em tudo que é lugar. Dei mole, perdi a data de lançamento, fiquei sem. Fuén.

O jeito vai ser pagar mais caro no black market, não posso não ter essa música.

metatron_2thesky

Anúncios

TRAUMPRINZ FAZ MAIS UM SET CHEIO DE INÉDITAS

Traumprinz liberou essa semana mais um set para a gravadora Giegling – cultuadíssima, só lança vinis, que somem em poucas horas. Praticamente tudo já lançado pelo selo está esgotado nas lojas.

O set novo foi publicado sem alarde no site da gravadora e está liberado para download. Tem 54 minutos e apenas duas músicas não são inéditas – o já famoso remix para ‘Parallaxis’, do Efdemin, e o semi-drum’n’bass ‘There will be XTC’.

As produções novas pisam cada vez mais fundo na melancolia que permeia o catálogo do alemão. A maestria no uso de samples vocais é outro trunfo de Traumprinz: nessa praia, destaque para “Where Is Home” e “2Bad (DJ Metatron’s What If Madness Is The Only Relief Rework)”. Será que essas inéditas verão a luz do dia em algum momento?

A julgar por mais um set espetacular, Traumprinz merece todo o hype do qual é alvo.

dj_metatron_-_this_is_not_mixcover

TRAUMPRINZ – ‘CHANGES’

É difícil descrever a maravilha que o Traumprinz fez nessa faixa: o kick banal e de timbre batido no começo leva a crer que vai ser mais uma track de house sem personalidade.

Até que em 1min48 vem o teclado e te dá uma ‘facada’ com a melodia – duas notas que levam a música para outro lugar completamente.

Em seguida vem o pulo do gato: um vocal soul que deve muito ao Prince e ao Marvin Gaye se mescla ao restante, guiando o que sobrou da música. O clap-clap e o uso de filtros mais para o final a arrematam lindamente. Simplicidade e qualidade ímpares.

EFDEMIN – ‘PARALLAXIS’ (TRAUMPRINZ OVER 2 THE END REMIX)

Essa música é meu caso de obsessão da vez. Saiu ano passado pela Dial num pacote de remixes do álbum ‘Decay’, do Efdemin. Desde dezembro ouço em looping, nunca ficando mais de dois ou três dias sem correr até ela. O remix do Traumprinz é de uma beleza, uma placidez, uma tranquilidade… As cordas suaves em ondas que vão e vêm… Sem falar na escolha do sample vocal. E quando tudo parece que vai se repetir, vem a quebrada na batida e renova tudo de novo. É fodaço. efdemin