REMIXES NÃO SALVAM O ÚLTIMO ÁLBUM DE PLASTIKMAN

A volta do Plastikman no ano passado foi precedida de muito zunzunzum. Mas… Passou bem longe de justificar o falatório todo. O álbum ‘EX’ é fraco, não acrescenta nada ao passado brilhante desta alcunha de Richie Hawtin. E o show do Sónar teve empolgação zero, passou batido.

plastik_ex_capa

Talvez seja uma obra que funcione melhor para onde foi concebida originalmente: um museu, mais especificamente o Guggenheim de NY. O álbum é resultado da apresentação única feita lá.

Pois bem. Acaba de sair um EP com remixes de quatro músicas: ‘EXhale’, ‘EXplore’, ‘EXpand’ e ‘EXposed’. E em que roubada os remixers se meteram!

Dixon, Recondite, Tale of Us e Dubfire tiveram que rebolar para tentar tirar alguma coisa daquelas músicas sem vida e sem punch, cheias de bleeps com cara de 1993.

Nenhum deles se deu bem. Dixon não conseguiu transferir o lado emocional (e sempre pretensioso) de suas produções, e a intensidade do Recondite não deu jeito em ‘EXplore’. O mesmo acontece com as outras duas músicas. Pode pular esse sem culpa.

plastikman_remixes_

TÁ DE SACANAGEM

 

Eu dava um dedo para estar em Barcelona nos dias 18, 19 e 20 de junho. A galera do Sónar tá de sacanagem. Olha quem acabou de entrar na lista dos confirmados pra edição desse ano.

Carl Craig

carl_craig3

 

 

 

 

 

 

 

 

James Murphy & Pat Mahoney

james_murphy_pat_mahoney

 

 

 

 

 

 

 

Sem falar, como acontece todo ano, nas last minute additions: Richie Hawtin e Jeff Mills, figurinhas da casa, tocam em toda edição.

Line-up de chorar.

HITLER GOSTAVA DE MINIMAL!

Isso é das coisas mais engraçadas que vi recentemente. Dá pra assistir sem se ligar nos nomes dos DJs ou do selo. Mas fica mais engraçado se souber. Para situar: 

M_nus é o nome de um selo de techno, que pertence ao Richie Hawtin (o DJ louro ali embaixo), homem fundamental para o techno e o minimal.

Magda é amiga de Hawtin e lança pelo M_nus.

Contakt é o nome da turnê conceitual que Richie e sua turma fizeram no último verão europeu, com toda a trupe do selo em visual futurista. 

Fabric é provavelmente o clube mais bombado de Londres.

Electrohouse é um estilo que mistura o eletro + house: é farofa e o extremo oposto da cabecice do minimal.