RECONDITE – ‘IFFY’

Cheguei tarde nesse disco, mas que beleza é ‘Iffy’, do produtor alemão Recondite. Melhor ainda que o anterior, o ótimo ‘Hinterland’.

‘Iffy’ saiu ano passado pelo Innervisions e a turnê do álbum rendeu ao alemão o título de melhor live de 2014 na eleição do Resident Advisor. Isso não é pouca coisa.

iffy

As músicas do Recondite são ao mesmo tempo gélidas e bonitas. O clipe de ‘Levo’ foi gravado numas montanhas no interior da Alemanha, numa paisagem rural e fria, e serve de metáfora para a importância que o contato com a natureza tem em sua produção.

Minha preferida é ‘Garbo’ (que baixo! Que teclado! Fodona demais), mas são dez faixas muito muito boas – nem todas para pista, mas todas lindas.

INNERVISIONS 29 – DIRETO DO SUDÃO

Diz o bom senso que é bom ficar atento aos movimentos do selo Innervisions, uma das maiores autoridades da house music mundial hoje.

Depois de uma espera longa, o chefão Dixon coloca na rua o 12” ‘Kuar’, de Emmanuel Jal, remixado por Henrik Schwarz. O single vai na linha etno-cool com vocais num dialeto do sul do Sudão.

O que Villalobos e Luciano fazem há anos com os cantos folclóricos do Chile, Dixon começou a fazer com a África agora.

Se eu gostei? Olha, não muito. Vou esperar sair um edit sem vocal mesmo.

AGUÇOU?

O que mais atiça a minha curiosidade na música hoje é isso aqui:

a_critical_mass2Estou falando do A Critical Mass, que nada mais é do que o projeto ao vivo da galera do Innervisions, possivelmente o selo mais cool de house que existe.

São os quatro dons do selo no palco, juntos: Dixon, os dois do Âme e Henrik Schwarz. E, como todo mundo que sai à noite em Berlim, usam cachecol.

Andaram tocando em alguns poucos e selecionados eventos ano passado. E estreiam esse ano em solo americano no Movement.

Me remete ao Narod Niki, projeto ao vivo de Ricardo Villalobos, que vi no Sonar.

Tem um aperitivo da trupe no Amsterdam Dance Event do ano passado.