CURTA ANTECIPA ÁLBUM DE FLYING LOTUS

Sai em outubro o álbum novo do Flying Lotus, ‘Until the Quiet Comes’.

Precedendo o lançamento, o produtor divulgou hoje um curta-metragem com três músicas inéditas.

Clica na foto para assistir:

Anúncios

TEM QUE TER ESTÔMAGO

Então tá. Eric Wareheim é o diretor de clipes da vez. Acaba de assinar o novo do Depeche Mode, “Hole to feed”, e como os anteriores feitos pelo moço, é kinda disgusting, tem que ter estômago. E, claro, a polêmica nos fóruns da banda já rola solta. Mas o vídeo é muito bom.

Porém, não bate o espetacular “Pon de Floor”, do Major Lazer (projeto dos DJs Diplo + Switch), com as piruetas sexuais de casais bizarros (padrão de beleza 100% questionável) e muito cenário digital colorido.

O clipe do Major Lazer, na verdade, é um filhote de “Parisian Goldfish”, do rapper americano Flying Lotus. Esse sim tem pornografia explícita – foi banido do YouTube – e o casal é mais bizarro ainda.

Isso de usar mulher decrépita rebolando como se fosse cocota remete ao vídeo de “Windowlicker”, do Aphex Twin, dirigido pelo Chris Cunningham. Só que onde o Cunningham pega pesado no clima pesadelo, Wareheim caminha pelo humor/caretas/olhares esbugalhados.

WARP SPEED

O rapper Flying Lotus é o darling da vez do hip hop da Califórnia. A bombação é por conta do disco ‘Los Angeles’, cheio de texturas e approaches diferentes.

 

flying-lotus

 

Confesso que não achei essa coca-cola toda quando ouvi o álbum há uns meses. Mas agora ‘Parisian Goldfish’ tá batendo bem que é uma beleza.

O clipe é um capítulo à parte. Com cenas eróticas, foi banido de tudo que é lugar. Só existe no site dos diretores, que resolveram eles próprios servirem de host ou ninguém mais iria assistir a essa obra-prima. É sensacional. Clica aqui e aperta o play na cara do negão.