MOVEMENT FECHA LINE-UP MONSTRUOSO

Essa é uma das duas coisas – de uma lista de duas – que me faz querer ir a Detroit. A outra é a Motown.

Saiu hoje o line-up cheio do Movement – festival fundado e curado pelo Carl Craig – que recolocou Detroit no mapa dos principais eventos de música eletrônica do mundo. Tava precisando.

Um monstro de line-up.

movement_detroit

Anúncios

O BRASIL MEXEU COM O RADIOHEAD

O Radiohead foi o grande headliner da edição do 2009 do Reading Festival, que rolou esse fim de semana. Depois de praticamente serem obrigados a tocar a renegada ‘Creep’ por aqui, os cinco abriram o show na Inglaterra com a música.

Não foi uma versão blasé, Thom Yorke cantou apaixonado.

O fato de terem tocado a música para um público que já a ouviu 250 vezes ao vivo (diferentemente de nós brasileiros) nos faz deduzir que ‘Creep’ voltou com força total pro tracklist dos caras. Então tá.

UMA PORRADA ATRÁS DA OUTRA

 

sonar_preview_lineup_Saiu a primeira leva de nomes confirmados para o Sónar 09. Depois do anúncio do Orbital, vem dona Grace Jones pra preencher a segunda cota de revival do festival. E pra alavancar de vez o revival da sua carreira, que já vem sendo previsto desde o ano passado. Grace is cool again.

 

Erol Alkan vem com projeto novo, Fever Ray, Moderat, Late of the Pier, Deadmau5 e Mujava são algumas das ‘revelações’ confirmadas.

 

E os showcases se mantêm dentro das coisas mais relevantes do evento. Este ano terá um da Ostgut Ton, selo dos mesmos donos do Panorama Bar/Berghain, um da Ed Banger (esse até demorou pra acontecer) e mais uma vez dona Mary Ann Hobbes com sua trupe bass heavy carrgando o carimbo da Radio1/BBC.

 

Ê beleza…

COMEBACK OF THE YEAR

Depois da escalação monstruosa de boa do Coachella, o Sónar solta a primeira pedrada de seu line-up para 2009.

orbital02

Diz assim o comunicado dos nossos amigos do festival de Barcelona:

Orbital, the most important group in electronic dance music in the ‘90s, return to the international stage in 2009 with a tour that will give a fresh airing to all the major hits of their career, which will be an extraordinary opportunity to celebrate 20 years of cinematic techno anthems and symphonies.

The Hartnoll brothers are considered the pioneering duo in the introduction of live improvisation to their performances, a rarity in techno shows at the end of the twentieth century, which they will reproduce once again at what will be their third show at Sónar.

 

Orbital created dozens of legendary anthems between 1989 and 2004, including Chime, The Box, Belfast, Satan and Style. These anthems have influenced and inspired several generations and a vast number of musicians in the following years”. 

O festival acontece nos dias 18, 19 e 20 de junho.