MASSIVE ATTACK DE EP NOVO

E esse EP novo do Massive Attack? Excelente. Sacaram mais uma parceria com o amigo antigo Tricky, outra com o Roots Manuva, dois representantes da velha guarda. As outras duas músicas trazem participação dos inquietos do Young Fathers e do cantor britânico Azekel.

Numa avaliação precoce, a música com o Tricky é, surpreendetemente, a mais fraca. E o problema não é o instrumental: acho que o ruim ali é a voz do Tricky, sei lá, acho que aqueles sussuros já venceram.

A que mais agradou foi ‘Dead editors’, a parceria com o Roots Manuva: que faixa sombria. O novato Azekel também manda bem numa produção cheia de violões e tal. Depois do disco ótimo do Bowie e do Savages, esse Massive Attack veio para fazer de janeiro um excelente início de 2016.

massive_attack

Anúncios

PARA ENTENDER O DAVID BOWIE VISIONÁRIO

Para tentar aplacar um pouco os ecos desse 11 de setembro da música pop, vamos celebrar a obra de Bowie!

‘O Homem que Vendeu o Mundo’ disseca o trabalho do cantor entre 1969 e 1980 – esmiúça cada música de cada disco lançado nessa era de ouro da carreira do artista.

Além do trabalho árduo de análise e coleta de dados e curiosidades, há também uma contextualização que dá liga ao livro. O autor faz um excelente panorama do cenário social e cultural da época e dos anos em que os álbuns foram lançados.

É longo, detalhado e um deleite para quem quer se aprofundar e entender o Bowie visionário.

Zoeira