QUE MERDA, FRANKIE KNUCKLES!

Morreu ontem Frankie Knuckles, aos 59 anos. A dance music fica mais triste sem os beats do mestre que moldou, que deu forma – direto da Warehouse, em Chicago – ao que ficou mais tarde ficou conhecido como house music. De novo: moldou o que é hoje a house music. Só isso.

Tive dois momentos com Knuckles, ambos em festivais realizados aqui: Tim Festival 2005 e SWU 2011. No primeiro, tocou já em altas madrugadas. No segundo, era início de noite e chovia muito quando subiu ao palco.

Foram dois sets muito diferentes: no Tim, mais groove, mais vocal diva, house clássico hedonista sem medo de ser feliz. No SWU, talvez por ter percebido que estava no meio de um festival de rock, pegou um pouco mais pesado, mais grave, e segurou o público no pancadão. Coisa de quem tem muita estrada, muita bagagem, e sabe exatamente o que fazer com duas pick-ups na mão.

Duas recentes aparições de Knuckles foram numa entrevista para a Fact e num set para o Boiler Room, os dois linkados aí embaixo. Enjoy.

FRANKIE KNUCKLES-2008 123

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s