APPARAT PERFEITO

O podcast da semana do Resident Advisor é do Apparat – num dos sets mais fodaços que ouvi recentemente.

Na entrevista ao site, o produtor disse que ‘está de volta à dance music’ após descobrir artistas como John Talabot, que misturam emoção e pancadão. E é exatamente isso que é o set: emocionado sem deixar de ser animado.

Outro detalhe para ser pescado na entrevista: ele está voltando a trabalhar com o Modeselektor.

Pergunta do RA: What are you up to next?
Apparat: ‘M.O.D.E.R.A.T.’

Oh yeaaaaaaaaah!

Cai dentro

20120831-210457.jpg

SET FRESQUINHO

Gravado durante aquela ressaquinha tão familiar às manhãs de sábado. Tá bem inclinado pro bass.

 

by Tamba

George Fitzgerald – Stacked
Tanner Ross – B side
Flight Facilities – Foreign Language (Will Saul & Tam Cooper Remix)
Butch – Big Futt
Mak & Pasteman – Give it Up
TEED – Tapes and Money (Eats everything remix)
Ame/Dixon/Henrik Schwarz – Chicago
Hot Chip – Night and Day (Dusky remix)
Murk – Amame
Julio Bashmore – Au seve
TNGHT – Higher Ground

FIONA APPLE PARA A BILLBOARD

Vai aí embaixo o texto original que escrevi sobre o álbum novo da Fiona Apple. Publicado na edição 32 da Billboard Brasil.

> > >

Fiona Apple é um ser único no panorama pop mundial. Diva dos alternativos consagrada já no primeiro álbum, o excelente ‘Tidal’ (96), sem fazer nada do que se fazia musicalmente na longínqua década de 90, a cantora americana viu desde então um crescente desinteresse por seus discos posteriores – muito devido ao seu próprio comportamento, sempre arredia, deprimida, sem fazer shows, sem dar entrevistas, longe de tudo.

Por tudo isso, o retorno da cantora ao circo pop em 2012 foi quase saudado como a segunda vinda de Cristo. E já pelo longuíssimo nome do álbum novo, sabíamos que a moça, mais uma vez, não ia fazer concessões com a sua música.

Depois da voz de Apple, o piano é a grande estrela de ‘The Idler Wheel’. As melodias truncadas dão um ar menos pop e mais ‘arte’ à obra. E justamente por isso, ao fim do disco você já está um pouco cansado, mas é lá que estão os dois destaques: a bonita ‘Anything We Want’, com sua melodia quase deprê, e ‘Hot Knife’, com um arranjo de cabaré do fim do mundo.

Fiona Apple usa ‘The Idler Wheel’ como um atalho para um vastíssimo leque de emoções. Raiva, paixão, rancor, doçura, inocência, sarcasmo – está tudo reunido nestas dez faixas nada fáceis de ouvir. Uma compilação para desopilar o fígado. O dela, pelo menos.

SET AGOSTO 2012

Tracklist:

Todd Terje – Inspector Norse (Original Mix)
Julio Bashmore – Ensnare
11:11 – Tourist Trap (Jamie Jones remix)
Simian Mobile Disco – Your Love Ain’t Fair (SMD Extended Mix)
Noir & Haze – Around (Solomun Vox Remix)
Fur Coat Feat. Cari Golden – You And I (Original Mix)
Aeroplane – Superstar (The Krays Remix)
Jamie Jones – Frequencies
Levon Vincent – Revs/Cost
Todd Terje – Ragysh
Eats Everything – Jagged Edge
Disclosure – Control
Azaelia Banks – Jumanji

SÓ THE CRAMPS CURA

Isso aí embaixo é provavelmente a coisa mais adequada, verdadeira, punk e emocionante que eu já vi – show do Cramps, de graça, no Napa State Mental Hospital, para os pacientes daquele hospício.

O show aconteceu em 78, com Lux Interior e Poison Ivy nos trinques. O vídeo foi lançado em 84. Como disse um dos comentários, ‘this is raw healing happening here’.

Nada, NADA no rock n’ roll vai superar esse momento.

Obrigado, Marcinho!