TERMÔMETRO DO COOL

O internacionalmente conhecido e respeitado Termômetro Do Cool, índice criado e alimentado por este blog, bate no teto e quase explode com essa capa do disco novo do LCD Soundsystem (é, já deu pra perceber que eu gosto da banda, né?).

James Murphy dançando soltinho, se divertido, bem representativo do som que faz. E dá pra ouvir “Drunk Girls”, o primeiro single de “This is Happening”.

BECK AND FRIENDS

O Record Club do Beck chega ao 4º episódio e refaz as músicas do ‘Kick’, maior sucesso em disco do INXS.

Como diz o site, o Record Club é uma reunião informal de músicos e amigos para gravar um disco clássico em apenas um dia. O álbum clássico é escolhido aleatoriamente e nada é ensaiado ou planejado anteriormente.

As versões são postadas no blog do Record Club semanalmente e na ordem em quem aparecem no disco original.

Depois de regravar Leonard Cohen e Velvet Underground, Beck agora mira na Austrália. Subiu essa semana a versão de ‘Guns in the sky’. E não é que ficou boa pra cacete?

E NESSE REVIVAL 90s…

Tem também o Teenage Fanclub de volta. Em 91 eram a banda mais hypada do mundo, acho que nem com os Strokes dez anos depois já com a ajuda da internet o confete foi tão determinante assim.

E quem escorregou feio nesse confete foi a Spin, que cometeu um mico já histórico ao eleger “Bandwagonesque” o melhor disco de 91, na frente de “Out Of Time”, do REM, e do “Nevermind”, do Nirvana. Ha Ha.

Mas então, os britânicos estão de volta e, sinceramente, acho que o tempo passou para eles.  “Baby Lee” é tão chinfrim que a banda poderia voltar para o esquecimento que ninguém ia sentir falta. Vê se eu tô falando besteira:

VIVOS: STONE TEMPLE PILOTS

Depois de Blur, Massive Attack, Pavement e, desde hoje, Teenage Fanclub (!!!), é a vez do Stone Temple Pilots largar a seringa de heroína e botar os anos 90 na pauta novamente.

Os caras arrebentaram no SXSW, deixando meio mundo das bandas indie embasbacados com a performance ao vivo, e agora lançam single novo, ‘Between the lines’.

Que não é exatamente o melhor deles, mas é de deixar todo mundo bastaaaaaaaante curioso para o disco novo. Ouve aí: